29.11.17

Sobre azulejos fumegantes, futuro e liberdade

Eu me lembrei do calor que fazia naquela cozinha pequena no final da tarde. Era verão, tinha um prédio em frente, o sol batia o dia inteiro na parede do nosso e lá pelas cinco e meia entrava uma luz alaranjada que se misturava ao vapor quente que saía dos azulejos como se fossem fantasmas pegando fogo. Eu ia tomar banho para te esperar, apesar de começar a suar assim que desligava o chuveiro, e às seis em meia, em ponto, você girava a chave na fechadura.

Quando me lembro dessas coisas, percebo que sinto mais falta da liberdade de ter a casa só para mim o dia inteiro do que a alegria de estar casada com alguém. Sabe, eu não sentia prazer em ficar trancada naqueles trinta e poucos metros quadrados, abafados como um forno em 250 graus, mas eu amava ficar sozinha na minha própria companhia, numa cidade desconhecida. Eu arrumava a casa mais ou menos do jeito que me agradava, fazia macarrão com molho de brócolis no almoço, a geladeira estava quase sempre arrumada e por muitas horas ninguém me incomodava.

Havia momentos a dois que eram bons, com certeza, porém, o que mais me lembro daquele tempo era de estar sozinha. E talvez isso explique minha visão quando penso em futuro, porque me vejo dirigindo numa daquelas avenidas compridas de cidade grande, tamborilando os dedos no volante, enquanto canto uma música indiezinha que tanto gosto e que tanto me faz sonhar com coisas boas. E eu danço sozinha na minha sala, escuto Bon Iver sem precisar de fones, leio confortavelmente esparramada no sofá, tenho paredes brancas cheias de quadros, lavo a louça na hora que quiser, vou sozinha aos lugares que me interessam e acho que tenho um cachorro pequeno. 

Não enxergo outras pessoas nesse meio. Não preciso dividir minha atenção. Não há ninguém abrindo a porta depois do trabalho. Sou apenas eu, realizando um desejo antigo, antes de dizer sim para alguém novamente.

8 comentários:

  1. É maravilhoso quando a gente começa a curtir mais a nossa própria companhia apesar de tudo. Aproveite esses momentos porque é só assim que a gente consegue aquela conexão profunda consigo mesma.

    Estar em um relacionamento em que nos sentimos melhor sozinhas é uma coisa terrível que fazemos conosco, não acha? Não faz sentido. Relacionamentos precisam somar algo para dar um sentido melhor.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Larie! Sofri muito pra aprender a ser feliz sozinha, vivia achando que eu precisava de alguém pra me completar...

      Excluir
  2. Larissa, amo seus textos (apesar de não comentar aqui com a frequência que eu gostaria). acho bem pertinente pensarmos mais sobre isso, sobre como está nosso amor próprio, nossa sanidade e de quais formas nós, de fato, nos sentimos bem. passar por finais de relacionamento é um baita convite ao autoconhecimento e eu tô vivendo isso nesse momento. aproveita bem essa fase ~tô tentando fazer isso tb~. e valeu por me apresentar bon iver. :0

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse relacionamento do texto faz bastante tempo que terminou. Me peguei pensando nisso depois que comentei com uma tia que nem todos nós encontraremos um amor para a vida toda e isso não quer dizer que estaremos condenados à infelicidade. Minha mãe sempre me disse que eu não precisava de alguém para ser feliz, e realmente, quando estamos nos sentindo bem e completos, parece que a vida fica mais bonita, os relacionamentos mais realistas e nosso coração mais sossegado.

      Términos são dolorosos, mas são boas oportunidades para a gente crescer. Aproveite esse momento para se cuidar e se conhecer um pouco mais!!

      ps: Bon Iver é legal, né?

      Excluir
    2. conselho de mãe precisa, no mínimo, ser cogitado hehe aproveitarei sim. na verdade, desde que terminei tenho feito bastante coisa pra me conhecer melhor e tem sido ótimo. sobre bon iver, é bem bom. muito gostosinho de ouvir.
      pra retribuir a indicação, vou te mandar um som tb (tem uma grande chance de você já conhecer, mas música boa não cansa rs)
      https://www.youtube.com/watch?v=DHEOF_rcND8
      ah, e comecei a te seguir no insta, viu? um abraço.

      Excluir
    3. Conheço bastante!! Amo essa música <3

      Excluir

Oi, tudo bem? :)