10.7.15

Apatia literária

De tempos em tempos eu sinto a necessidade de um livro que me empolgue. Parece que quando minhas leituras começam a se arrastar, o resto entra no mesmo ritmo. Pelas minhas contas, faz três meses que estou tentando ler Os Anos, de Virginia Woolf. Não que o livro seja muito complexo ou a escrita experimentalista demais, a questão é que eu sinto falta de devorar um livro em poucos dias. Sinto falta de uma história envolvente.

Lembro que anos atrás eu li Anjos e Demônios, do Dan Brown, em dois dias. Li Factótum, do Bukowski, num sábado. E a trilogia Millennium, do Stieg Larsson, terminei em menos de dois meses (só não foi mais rápido porque dependi do prazo de entrega da loja). 

Ressacas literárias são comuns, mas a grande razão desse marasmo é que não posso comprar livros. Tenho que me virar com o que tenho na estante, e, diga-se de passagem, não é um acervo tão atraente assim. Então, por que vou me apressar para terminar um livro que é chato, se em seguida vou ler um mais chato ainda? 

Já nem sei se foi uma boa ideia querer zerar a estante. Haja força de vontade. Enquanto isso, as livrarias vão pipocando lançamentos e esfregando promoções na minha cara. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olar :)