9.4.17

Oi, tudo bem?

Janeiro passou devagar, assim como fevereiro antes de o carnaval começar. Então veio março e os dias voaram, sem que eu percebesse. Lembro que no começo de março eu marquei uma consulta, cuja médica só tinha vaga para maio, e achei um absurdo ter que esperar tanto. Agora estamos quase na metade de abril e continuo com a sensação de que estou virando rápido demais as páginas do meu planner. 

Quando me dei conta de que não havia escrito nenhum texto, já estávamos em abril. Sei que periodicidade nunca foi um ponto alto neste blog, mas fiquei um pouco chateada com a minha ausência. Gostaria de dizer que estive fazendo coisas incríveis, conhecendo outros lugares, mas não. Apenas estive tendo dias corridos, dias de apreensão, dias de muita dor após as sessões de osteopatia, dias de muitas leituras, dias em salas de espera, dias de bolo e parabéns, dias divertidos na companhia do meu sobrinho. 

Mas quer saber a coisa mais importante que eu percebi durante essa minha ausência? Quando olho para onde eu estava um ano atrás, sinto que hoje estou muito mais feliz e em paz.

Um comentário:

  1. Confesso que não conhecia a osteopatia, então acabei recorrendo ao Google. Achei a técnica interessantíssima e, se um dia tiver vontade, ia adorar ler um post sobre essa sua experiência.
    Eu gosto de blogs assim como o teu, só posts que o autor escreveu porque quis e não por obrigação nenhuma com a periodicidade. Não fique chateada de não aparecer aqui se não estiver com saco. Eu, como leitora assídua, posso afirmar que amo seus posts quando eles surgem, mesmo esporádicos <3.
    Eu amo quando posso me sentir mais feliz que no ano anterior, embora, saudosista que sou, isso nem sempre acontece. Muita gente acha que o futuro vai ser sempre melhor, eu tenho mania de achar que, salvo alguns períodos negros, o passado estava sempre melhor. Mas estou trabalhando muito nisso para conseguir aproveitar melhor meu presente.
    Beijos, Lá =*

    ResponderExcluir

Olar :)